Lions promove 3º Mega Costelão para equipar Hospital da Visão em Sinop

Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on print
Share on whatsapp
Share on email

O Lions Clube promoverá em 1º de maio, dia do Trabalhador, o 3º Mega Costelão, com objetivo de arrecadar dinheiro e custear a compra de equipamentos para o Hospital da Visão. Para a aquisição dos aparelhos, a projeção é investir R$ 3 milhões, sendo que os responsáveis já contam com R$ 800 mil disponíveis. O evento acontecerá no salão de festas da Paróquia São Cristóvão.

“Esse ano temos algumas novidades, como os setores que serão divididos por cores para facilitar, além disso, para os que retirarem no local a comida será embalada em caixas antecipadamente e também vamos buscar entrar no Livro Mundial dos Recordes. Vamos procurar uma categoria e encaixar nosso evento”, explicou, ao Só Notícias, um dos organizadores da ação, Alfredo Murara Garcia, ex-governador do Lions Clube no Estado.

Serão assadas 600 peças para consumo no dia, com valor de R$ 750 cada. Já para retirada no local, serão vendidos 100 costelões, com valor de R$ 600. Cada serve 20 pessoas. “Teremos 12 mil cadeiras disponíveis no espaço, diluídas em 600 mesas de 20 lugares cada”, destacou.

“Gostaria de convidar a população para que nos prestigie, porque o trabalho do Lions tem como objetivo ajudar as pessoas mais carentes, que tem a necessidade de tratamento das vistas”. “O Clube já realiza esse trabalho há quase 100 anos e por isso a importância do evento, para que possamos continuar atender quem precisa e realizar nosso sonho de ter o Hospital da Visão de Sinop completo”, ressaltou Alfredo.

No dia do evento, ainda haverá reforço na segurança, com 60 jovens participantes do Tiro de Guerra do Exército Brasileiro que auxiliarão na organização necessária. Na última edição do evento, o Lions arrecadou R$ 323, 6 mil. Foram vendidos 514 costelões a R$ 650 cada, que rendeu R$ 334 mil e mais 44 comercializados a R$ 500 somando R$ 22 mil. Os patrocínios foram R$ 126 mil. No bar, a receita foi de R$ 122 mil, bolos R$ 9,3 mil e vendas de facas R$ 13,2.

Nas despesas R$ 46 mil foram da cozinha, R$ 59,7 mil com compra de carne, R$ 42, 1 mil com aluguéis de tendas, R$ 17 mil com serviços de infraestrutura, R$ 97,4 com bebidas, R$ 36,2 mil com gráficas e R$ 4,2 mil com serviços bancários.

Só Notícias/Luan Cordeiro (foto: divulgação/arquivo)

compartilhar post:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

MAIS PARA VOCÊ

Fechar Menu

Bem-vindo de volta, sentimos sua falta!